Tuesday, March 29, 2005

Telhados de vidro

A dúvida do meu caro colega sobre a actual posição da Igreja Católica é pertinente, mas dificilmente será esclarecida.
A história da igreja católica envolveu-a num enorme telhado de vidro que facilmente pode ser rachado ou mesmo quebrado. Por mais que se tentem desculpar, até o Papa já pediu desculpas pelos erros dos antepassados da igreja, haverá sempre quem questione a sua forma de fazer chegar a fé ao seu povo.
Quanto ao comentário do cardeal-patriarca sobre a redução da figura de Jesus à condição humana, bem...parece-me que seria ainda mais interessante para aqueles que acreditam nele imaginá-lo como um homem comum que teve o poder de ser um mestre, que ajudou os outros através das suas palavras e dos seus actos. É, na minha opinião, de valorizar um homem que também cometeu erros, que viveu como os outros mas que possuia uma maior força de vontade. Mesmo aqueles que não acreditem em toda a história que a Bíblia conta, podem sempre olhar para Jesus como mais um mestre que valorizou a história universal.
Não é um livro a mais ou a menos que poderá agora desvendar como realmente tudo se passou. Já José Saramago, na sua polémica obra "O evangelho segundo Jesus Cristo", reescreveu a história da Bíblia. Isto são apenas novas visões, que talvez queiram fazer da história da fé católica uma coisa mais credível e menos fantástica.
Quem tem fé irá sempre acreditar nalguma coisa...mesmo sem a ajuda da Igreja.
Não será preciso um edifício de pedra para haver fé, não dizem que Deus está em todo o lado?
Mas os membros da Igreja não precisam de se preocupar...há sempre quem se ponha lá de joelhos a bater com a mão no peito e a pôr uma moedinha na caixa das esmolas.

A.C.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home